Nelson Rodrigues

“Durante 20 anos, durante toda a década de 40 e toda a década de 50, fui um homem absolutamente só. Combatido, me chamaram de tarado, de cérebro doentio. Poucas pessoas, algumas excessões como Gilberto Freyre, José Lins do Rego e Manuel Bandeira, me estimulavam. Mesmo o Manuel Bandeira chegou pra mim um dia, quando eu e meus personagens éramos odiados, e disse: ‘ Nelson, por que você não faz uma peça em que os personagens sejam assim como todo mundo?’ Eu respondi da forma mais singela: ‘Mas meu caro Bandeira, meus personagens são como todo mundo.’ Porque uma coisa é verdade: quem metia ou mete o pau no meu teatro está procedendo como um Narciso às avessas, cuspindo na própria imagem.” (Entrevista ao Jornal do Brasil em 14/04/80)

1 thought on “Nelson Rodrigues

Os comentários estão desativados.