Mais Sobre Médicos

Crachá de MédicoPelo visto foi um alarme falso, eu não estou com dengue, pois hoje, apenas dois dias depois já estou bem melhor, deve ter sido apenas reflexo dos ares de carnaval, uma dessas viroses, que por sinal é palavra usada pelos médicos para designar uma doença quando eles não tem a menor idéia do que a pessoa tem.

E por falar em médico, quem é leitor antigo deste blog deve lembrar o quanto eu gosto desses mafi.. ops profissionais de branco. Quando eu vejo casos como esse do cirurgião plástico assassino eu não fico só indignado com o criminoso de bisturi na mão, mas fico também com os criminosos corporativistas de caneta na mão, que ficam nos Conselhos Regionais de Medicina, defendendo-se uns aos outros.

Eu tenho medo dessa nova geração de médicos que está nas universidades, nos últimos anos a concorrência para o curso de medicina nos vestibulares do Brasil tem aumentado vertiginosamente, o que aparentemente poderia indicar uma coisa boa, pois as “melhores cabeças” serão selecionadas, ao meu ver no entanto, isso é um grande desastre pois milhares de jovens sem vocação para o exercício dessa tão importante e difícil prática profissional estão sendo atraídos apenas por ser esta uma das poucas carreiras que ainda traz um certo status e uma razoável situação financeira em nosso país. Isso sem falar dos indivíduos doentemente gananciosos como o assassino de Goiás, que são via de regra fortemente motivados por essa ânsia de dinheiro e acabam conseguindo o tão disputado diploma.

Pra terminar, uma dica: se você estiver com fome um dia desses e quiser fazer uma boquinha de graça, arrume emprestado um estetoscópio, coloque em volta do pescoço e vista uma roupa razoalvelmente elegante, em seguida escolha um hospital legal que você ache que deve ter uma boa cozinha, entre lá, faça uma cara séria e não tenha medo, procure saber onde fica o refeitório dos médicos e coma à vontade. Depois que os médicos ficaram com vergonha de usar branco, pois saiu de moda, o crachá deles agora é o estetoscópio no pescoço. Se o cara lá, operou em um hospital sem ser autorizado pra isso, almoçar deve ser uma moleza.

1 thought on “Mais Sobre Médicos

  1. Eu já testemunhei na minha família, pelo menos, três casos onde não sabendo o diagnóstico, o médico diz que a pessoa está com uma virose, dispensa o paciente, receita um remedinho qualquer e se não melhorar pede pra voltar no dia seguinte. O que mais me irrita é o ar de arrogância desses "profissionais" hoje em dia. Não existe mais aquele médico que se importa com o paciente, tipo o "médico de família". Esses doutores nos tratam como um simples número do seu fichário, e querem mais é encerrar a consulta de uma vez, para quem sabe, tomar um cafézinho e contar piadas numa rodinha de colegas de profissão. Eu mesmo já troquei de Clínico Geral e Oftalmologista duas vezes, devido ao péssimo atendimento, e olha que o meu plano de saúde não é dos piores. Sem contar quando não nos deixam falar e simplesmente atropelam nossas palavras impondo suas opiniões. Não quero generalizar, mas médicos com amor à profissão atualmente, só se vê em seriados de TV.

Os comentários estão desativados.