Reflexões ao Volante – Parte II

Reflexões ao Volante – Parte II

É incrível como nos achamos verdadeiros cantores quando estamos dirigindo e o quanto perdemos o senso do ridículo, começamos a acompanhar a música que toca no som do carro e esquecemos que as pessoas que param ao nosso lado no trânsito, normalmente não ouvem a música, só ouvem a nossa maravilhosa e afinada voz e a gente ainda dá aquela olhadinha pra ver se estão gostando. Paying a monkey

2 thoughts on “Reflexões ao Volante – Parte II

  1. Hihihi! Bem-vindo ao time amiguinho!!! Mas convenhamos… Não há nada mais saudável do que soltar o gogó no meio do trânsito infernal…É intriga da oposição… Inveja pouca é bobagem!!! :OP *L*

  2. Kakakakakakaka! Eu tenho outra: "Por que sempre que a gente tá procurando um endereço, a gente baixa o volume do rádio?" Alguém me dê uma explicação lógica e convincente!!!

Os comentários estão desativados.