Frio Glacial em Recife

Hoje eu enfrentei um frio digno do inverno canadense, diria até de fazer inveja ao Cris Dias que gosta de contar vantagem do frio que faz naquelas terras do norte, só faltou ver flocos de neve, como os da foto que ilustra esse post, a temperatura que eu enfrentei foi de simplesmente -20 graus centígrados! Vou explicar logo, antes que comecem a achar que eu sonhei, ou que o calor escaldante de Recife, nessa época de ar condicionado racionado, esteja me provocando alucinações: Hoje fui fazer um levantamento de processos de um sistema que vamos desenvolver para um grande cliente, e isso incluia visitar o operador logístico que armazena os frios e congelados desse cliente. Lá o cenário é estranho, na antecâmara, onde os caminhões encostam, a temperatura é de 10 graus positivos, mas é possível ver transitando uns caras vestidos feito esquimós e com aquelas máscaras de terrorista, onde só os olhos aparecem, dirigindo freneticamente as empilhadeiras. Entramos então na área de armazenamento de congelados, o local é enorme, alto pacaramba, não sei como fazem pra refrigerar um espaço tão grande, fomos de roupa normal, a gente respirava saia fumaça, falava saia fumaça, as articulações começaram a doer, resultado, não ficamos mais que 2 minutos. Uma meia hora depois estávamos voltando pra Prograph sob o sol de 40 graus, isso é que é choque térmico.

2 thoughts on “Frio Glacial em Recife

  1. Isso, agora imagina uma cidade inteira assim. Bem-vindo a Winnipeg. :-D Aqui é assim, malandro, a "fumacinha" sai da boca e do nariz "de hoje". :)

Os comentários estão desativados.